Santo António de Lisboa, também conhecido como Santo António de Pádua, nasceu em Lisboa, entre 1191 e 1195 e faleceu em Pádua a 13 de Junho de 1231. Batizado como Fernando (de Bulhões), iniciou os estudos em Coimbra, onde aprofundou as suas erudições religiosos. Tornou-se franciscano em 1220 e viajou muito. Em Pádua, Itália mostrou o seu dom na prática dos sermões que se tornaram muito admirados, sendo considerados textos eloquentes, persuasivos, cheios de zelo. A sua fama de santidade levou-o a ser canonizado pela Igreja Católica pouco depois de falecer. O seu grande saber tornou-o uma das mais respeitadas figuras da Igreja Católica do seu tempo. Santo António é o padroeiro da cidade de Lisboa e igualmente padroeiro da cidade italiana de Pádua. É considerado padroeiro dos amputados, dos animais, dos estéreis, dos barqueiros, dos idosos, das grávidas, dos pescadores, agricultores, viajantes e marinheiros; dos cavalos e burros; dos pobres e dos oprimidos; é invocado para achar coisas perdidas, para conceber filhos, para evitar nau